EXPOINTER 2019 – Emater/RS-Ascar comemora mais um ano de dedicação e sucesso

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

22832Mais de 200 excursões de agricultores visitaram a 42ª Expointer e, grande parte destes, o espaço da Emater/RS-Ascar, localizado ao lado do Pavilhão da Agricultura Familiar. Para deixar o local pronto para receber os visitantes, muitos extensionistas dedicaram tempo para o planejamento e a execução das obras em 17 temáticas, bem como auxiliaram a organização das visitações e acompanharam os grupos.

Neste ano, a Instituição trouxe a proposta de “conectar consumidores agricultores” e, por isso, já passou a oferecer o conteúdo técnico de forma digital em um aplicativo que também congregou informações do Pavilhão da Agricultura Familiar. “Este aplicativo é inovador e o primeiro de um grande projeto que temos para transformar a Emater em 4.0”, avaliou o presidente, Geraldo Sandri.

Além de ser a feira da inovação tecnológica para a Emater/RS-Ascar, a casa institucional também recebeu importantes eventos como o lançamento de eventos que ocorrerão no próximo ano, como a Rural Show, a Festimel e o Congresso Brasileiro de Olericultura; além da comemoração dos 30 anos do Informativo Conjuntural e lançamentos de livros. Mostrou ainda a credibilidade que tem enquanto fonte de referência de informações sobre o meio rural no Rio Grande do Sul, ao reunir importantes veículos do Brasil e Estado em um café da manhã para a imprensa, onde divulgou o levantamento da primeira estimativa da safra 2019/2020 que consta no Informativo Conjuntural.

Sandri destacou a qualidade das informações que vem do campo nesta amostra ampla, uma vez que a Emater coletou os dados em, aproximadamente, 90% dos municípios produtores. “Todo o mercado e a imprensa utiliza estes números como importantes e decisivos para o agronegócio do Rio Grande do Sul”, destacou.

A Expointer encerra, neste domingo (01/09), e a participação da Emater/RS-Ascar foi muito ativa em função de ser uma das entidades de referência para a agricultura no Rio Grande do Sul. Dentre os principais eventos em que esteve representada pela diretoria, estão abertura oficial e a entrega para a ministra do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, de uma mostra do queijo artesanal serrano, projeto que a Instituição é protagonista em conjunto com a Epagri.

Para Sandri, a participação foi um sucesso, pois além da Emater mostrar parte do que faz, esteve presente ainda em painéis, seminários, debates e conseguiu fortalecer a parceria com entidades de pesquisa, universidades e empresas. A instituição recebeu ainda premiação do Banco do Brasil, como destaque no agronegócio no Estado. “Estamos muito felizes em ter contribuído com o processo e mostrar que cada centavo investido pelos governos na instituição retorna em termos de renda e desenvolvimento das famílias no Estado”, ressaltou. Também teve assinatura de contrato de cooperação entre a Institução e o Badesul.

Este reconhecimento enquanto entidade de referência se deve à dedicação dos empregados da Emater/RS-Ascar espalhados em 497 municípios. Para a organização da participação da Instituição na Expointer, o trabalho começou bem antes com o planejamento e a execução das obras. “Nossos profissionais fizeram um trabalho bonito no nosso espaço e também no Pavilhão da Agricultura Familiar, se dedicando e comprovando toda a importância que tem a Emater para a Expointer e para o desenvolvimento sustentável do Rio Grande do Sul”, enalteceu o presidente.

O diretor técnico da Emater/RS, Alencar Rugeri, também parabenizou os extensionistas pelo empenho e o esforço, juntamente com os organizadores da feira, Elisângela Froehlich, Ivanir Argenta, James Roth e Luís Bohn. “Porque para fazer a Expointer os colegas se desafiaram a planejar temáticas atrativas, a montar as estruturas e a deixar o espaço lindo para receber os visitantes”.

Assim como ele, o diretor administrativo da Emater/RS, Vanderlan Vasconselos, também manifestou o agradecimento a todos pela dedicação e o empenho. “Estou impressionado com o esforço coletivo de todos em prol da assistência técnica e extensão rural e social no Estado”.

A Emater/RS-Ascar também esteve à frente, junto de outros parceiros, durante a Expointer, de algumas atividades que foram desenvolvidas no Pavilhão da Agricultura Familiar. A instituição auxiliou na organização do espaço junto com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo; Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul (Seapdr), Federação dos Trabalhadores na Agricultura no RS (Fetag), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RS (Fetraf-Sul) e Via Campesina.

Além da organização do Pavilhão a entidade promoveu a divulgação do trabalho de organização, legalização e fomento que desenvolve junto as agroindústrias do Estado, e das ações para a promoção de destinos, rotas e atrativos turísticos rurais do Rio Grande do Sul, além do lançamento de uma Cozinha Show.

A Cozinha Show é uma iniciativa do Mapa que foi executada pela Emater/RS-Ascar e o curso de Gastronomia da Universidade de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). O espaço serviu para divulgar e valorizar os alimentos produzidos pelas agroindústrias familiares e à venda no pavilhão, com o uso destes em receitas. “A Emater tem um trabalho forte junto as agroindústrias e participa de todas as etapas, desde a motivação dos agricultores até o acesso ao mercado. E a Expointer é uma forma destes agricultores atendidos pela Instituição venderem seus produtos assim como as cooperativas”, destacou o presidente.

Nos nove dias de feira 420 mil pessoas passaram no Pavilhão da Agricultura Familiar e a projeção de vendas no espaço, neste ano, é de R$ 4,5 milhões, apresentando um crescimento de mais de 13%.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional Porto Alegre
Jornalista Carine Massierer