Maior número de feriados em 2023 pode movimentar o Turismo e gerar receita de R$ 74,3 bi

quinta-feira, 19 de janeiro de 2023

O ano de 2023 pode incrementar receitas de R$ 74,3 bilhões para os Municípios em razão do número de feriados no calendário que serão em dias úteis, principalmente no período considerado de baixa temporada. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca a importância de as prefeituras buscarem ações que possam estimular visitantes nos Entes locais com potencial turístico.

Ao todo, dez das 11 datas comemorativas deste ano serão celebradas em dias úteis, um número considerado recorde. Dados divulgados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostram que o montante gerado com as receitas representa aumento de 18% desde 2018. Vale destacar que o setor do Turismo foi um dos que mais sofreu impactos negativos desde o início da pandemia.

Mesmo com essa perspectiva, especialistas destacam possíveis entraves de ordem econômica. Um deles trata do preço das passagens aéreas. No ano passado, a alta chegou a 23,5%. Diante das adversidades, a CNM alerta sobre a importância do planejamento municipal de turismo.

A entidade lembra que a atividade contribui para a geração de emprego e renda e para a melhoria da qualificação profissional. No entanto, a dinâmica local sofre alteração nas áreas social, econômica e ambiental, acarretando em resultados negativos que necessitam ser mitigados.

Confira abaixo os feriados nacionais deste ano:

 

Data

Dia da Semana

Feriado

1/1/23

domingo

Confraternização Universal

20/2/23

segunda-feira

Carnaval

21/2/23

terça-feira

Carnaval

7/4/23

sexta-feira

Paixão de Cristo

21/4/23

sexta-feira

Tiradentes

1/5/23

segunda-feira

Dia do Trabalho

8/6/23

quinta-feira

Corpus Christi

7/9/23

quinta-feira

Independência do Brasil

12/10/23

quinta-feira

Nossa Sr.a Aparecida – Padroeira do Brasil

2/11/23

quinta-feira

Finados

15/11/23

quarta-feira

Proclamação da República

25/12/23

segunda-feira

Natal

Fonte:Anbima

Da Agência CNM de Notícias, com informações da Agência Brasil