PGE gera economia de R$ 390 milhões no primeiro quadrimestre

segunda-feira, 6 de junho de 2022

Trabalho da Procuradoria-Geral do Estado gerou economia de aproximadamente R$ 390 milhões aos cofres gaúchos de janeiro a abril de 2022. O valor equivale à quantia não desembolsada em decorrência de vitórias jurídicas da instituição nos tribunais em ações contra o Estado e de teses contábeis analisadas pela PGE cujos valores solicitados ao Estado judicialmente foram revistos.

O resultado, atribuído ao trabalho jurídico e pericial de qualidade desenvolvido pela instituição em todas as suas áreas de atuação, superou em 174% a meta estimada para o período, de uma economia de R$ 142 milhões. Esse tipo de ação é preventivo, pois qualquer despesa não prevista na gestão pública tende a desorganizar as finanças, podendo inclusive se transformar em novos precatórios.

Texto: Ascom PGE
Edição: Secom