Profissionais de saúde de cinco municípios finalizam capacitação em Plantas Medicinais

sexta-feira, 24 de maio de 2019

22331Cerca de 80 pessoas, entre profissionais, agentes comunitários e agentes voluntários da área da saúde de cinco municípios, finalizaram nesta quarta-feira (22/05) o ciclo da Capacitação Intermunicipal em Plantas Medicinais, com um total de 60 horas/aula, iniciada em agosto de 2018. A ação foi fruto de uma parceria entre Emater/RS-Ascar e Prefeituras dos municípios de Água Santa, Ibiaçá, Santa Cecília do Sul, Tapejara e Vila Lângaro. A última etapa aconteceu no salão do Grupo Por Água Santa, na sede do município.

Foram cinco encontros mais a participação no 3º Seminário Regional de Plantas Bioativas e Homeopatia, realizado em Passo Fundo, e a visita técnica orientada em Nova Petrópolis, para conhecer a implantação das plantas medicinais no Sistema Único de Saúde.

O objetivo, de acordo com a coordenadora e assistente técnica regional da Emater/RS-Ascar Passo Fundo, Doriana Miotto, foi oportunizar um espaço de trocas de saberes e experiências sobre plantas bioativas e homeopatia na saúde humana, bem como estimular a inclusão das plantas medicinais e da fitoterapia como prática de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS) nos municípios.

Neste último dia, em Água Santa, a programação envolveu a identificação e produção de plantas bioativas, bem como orientações sobre colheita, secagem e armazenagem das plantas. Também foi oportunizado um espaço para relatos dos resultados e avanços ocorridos nos municípios neste período da capacitação, como a implantação de hortos medicinais, utilização e indicação de plantas, oficinas, entre outros.

Em seu pronunciamento, o secretário municipal da Saúde de Água Santa, Eduardo Picolotto, parabenizou o trabalho, agradeceu pela parceria com a Emater/RS-Ascar e ressaltou o desejo de que as práticas Integrativas façam parte da saúde pública. “É o desejo de todo secretário municipal que as informações cheguem em todas as famílias atendidas. Levem essa mensagem a toda comunidade”, disse. O prefeito em exercício, Carlos Alberto Possebom, destacou a importância do resgate do conhecimento e transferência do mesmo para toda comunidade. “Muitas coisas estão se perdendo”, frisou Possebom. Participou também o vice-cacique da Reserva Indígena do Ligeiro, Valério Braga.

Início
A primeira atividade foi a participação dos representantes dos municípios no 3º Seminário Regional de Plantas Bioativas e Homeopatia, realizado em agosto de 2018 em Passo Fundo. Após, em 10 de setembro, no município de Tapejara, em uma reunião, foi feita apresentação do plano de trabalho e tratado de temas como a legislação vigente sobre plantas medicinais, as Práticas Integrativas e Complementares (como fazer a implantação), além de uma visita técnica às agentes voluntárias de saúde, com um relato de experiências da Emater/RS-Ascar, Secretaria Municipal da Saúde e agentes voluntárias de saúde de Tapejara.

Após, no dia 05 de outubro, o grupo fez uma visita técnica orientada ao município de Nova Petrópolis para conhecer a implantação das plantas medicinais no SUS, que já é realidade naquele município. Também em outubro, no dia 14, no município de Ibiaçá, o assunto da capacitação foi Boas Práticas de Manipulação de Plantas Medicinais, além de oficina de manipulação de infusão, decocção, tisana, tinturas, pomadas, xaropes. Neste dia ainda ocorreu um relato de experiência da Pastoral da Saúde de Ibiaçá.

Já no dia 30 de novembro, em Vila Lângaro, o tema foi preparação, com plantas medicinais e aromáticas, de almofadas terapêuticas, cremes, repelentes, sabonetes, sabões e sachês. Também nesta etapa foram abordadas as Plantas Alimentícias Não Convencionais (Pancs). Em 07 de dezembro, no município de Santa Cecília, o tema foi introdução à homeopatia. O encerramento foi neste dia 22 de maio de 2019, em Água Santa.

Além da coordenadora Doriana Miotto, participaram também como responsáveis técnicos pela capacitação os extensionistas Diógenes Antônio Fracasso, Izar Canal, Lisiane Rosa Carra, Rosa Cechin, Rosimeri Santi, Milton Rossetto, e representantes das secretarias municipais de Saúde.

No momento de avaliação, o grupo ressaltou o embasamento técnico e legal que proporcionou respaldo e segurança para o trabalho. Ficou confirmada a participação do grupo no 4º Seminário Regional de Plantas Bioativas e Homeopatia, que acontecerá em Passo Fundo, no mês de outubro. Também se buscou a continuidade das ações com capacitações em outros temas.

Na avaliação da coordenadora Doriana Miotto, o resultado foi extremamente positivo. “Sabemos do empenho e das dificuldades de todos, mas são muitos avanços que estão acontecendo fruto do conhecimento e dedicação. Quando trabalhamos com plantas medicinais nos reconectamos”, disse.

Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Passo Fundo
Jornalista Vanessa Almeida de Moraes